sábado, 15 de outubro de 2011

|Resenha| Um dia

Título: Um Dia
Subtítulo: Vinte Anos, Duas pessoas, Um dia.
Editora: Intrínseca
Ano: 2011
Páginas: 416

Sinopse:
Dexter Mayhew e Emma Morley se conheceram em 1988. Ambos sabem que no dia seguinte, após a formatura na universidade, deverão trilhar caminhos diferentes. Mas, depois de apenas um dia juntos, não conseguem parar de pensar um no outro. Os anos se passam e Dex e Em levam vidas isoladas - vidas muito diferentes daquelas que eles sonhavam ter. Porém, incapazes de esquecer o sentimento muito especial que os arrebatou naquela primeira noite, surge uma extraordinária relação entre os dois. Ao longo dos vinte anos seguintes, flashes do relacionamento deles são narrados, um por ano, todos no mesmo dia: 15 de julho. Dexter e Emma enfrentam disputas e brigas, esperanças e oportunidades perdidas, risos e lágrimas. E, conforme o verdadeiro significado desse dia crucial é desvendado, eles precisam acertar contas com a essência do amor e da própria vida.

 Resenha:
Emma Morley é uma menina bonita e alegre, sarcástica e inteligente, com idéias políticas e sociais, do tipo que adora um bom livro. Dexter, por sua vez é o que podemos chamar de garanhão do tipo irresponsável e festeiro. Os dois se conhecem na noite posterior à formatura no dia 15 de julho de 1988 e sabem que a partir daquela noite nunca mais se encontrarão novamente. Apesar disso, o inesperado acontece e os dois se tornam amigos, uma amizade verdadeira e duradoura, apesar de um pouco conturbada.
Um Dia foi para mim uma experiência extraordinária! Os capítulos foram dispostos anualmente, e podemos acompanhar os altos e baixos de duas vidas destinadas a se fundirem. O livro é muito real, é a veracidade da estória que realmente impressiona, é o tipo de estória que você chora, ri e se diverte junto com os personagens. Houve momentos em que eu só quis gritar “Porque Dex? Sério, você tem que parar! Tudo está diferente agora, você não tem mais 20 anos, acorda!” ou então “Essa não é a Emma que eu conheci, porque você está fazendo isso?”.É intenso e faz com que você viva cada ano e cada experiência ao lado de Em e Dex, Dex e Em que aos poucos você aprende a amar e a entender.
 Você é linda sua velha rabugenta, e se eu pudesse te dar só um presente para o resto da sua vida seria este. Confiança. Seria o presente da Confiança. Ou isso ou uma vela perfumada.
- Dexter, página 51

O livro é realmente emocionante, cativante, divertido e profundo de uma maneira despretensiosa, além disso, a leitura é leve e prazerosa de um jeito que te prene do início ao fim. Super indico, de verdade! *-*

E para quem gostou da estória, uma boa notícia, em novembro de 2011 será lançado o filme Um Dia, dirigido por Lone Scherfig e estrelado por Anne Hathaway como Emma Morley. Confira o trailer (:

video

"Destinado a se tornar um clássico moderno" Daily Mirror